• Atendimento

    (62) 3219-4300
  • Horário de Atendimento

    09:00h às 17:00h

CRF-GO realiza debate com representantes de Vigilâncias Sanitárias Municipais

O CRF-GO recebeu representantes das Vigilâncias Sanitárias de Goiânia, Luziânia e Valparaíso para roda de conversa, realizada na tarde do dia 10 de abril. Com o objetivo de promover um debate acerca dos temas “Consultório Farmacêutico” e “Validade Nacional dos receituários”, o encontro reuniu mais de 60 farmacêuticos no auditório do Conselho. 

Abertura
A abertura da roda foi feita pelo diretor tesoureiro do CRF-GO, Leandro Zenon, que salientou o compromisso da casa em levar informação precisa e de qualidade para o farmacêutico. “O CRF-GO se preocupa em promover debates que contribuam para a formação profissional”, destacou. 

Em seguida, a vice-presidente do CRF-GO, Luciana Calil, apresentou os membros do Grupo Técnico (GT) de Trabalho em Vigilância Sanitária (Visa), do qual faz parte. O GT é composto pelos farmacêuticos: Tilma Castrillon de Macedo, Ana Paula da Silva Chaves Veloso; Andréa Cristina de Carvalho; Darcinilce Brelaz dos Santos; Lívio Motta de Araújo; e Thais Cristine de Carvalho Araújo. 

Luciana também destacou a importância da fiscalização farmacêutica diante para garantia da qualidade dos produtos e serviços de saúde ofertados à sociedade. 

Debate
A primeira temática “Consultório farmacêutico” foi apresentada por Luciana Calil – que também é auditora fiscal da Vigilância Sanitária Municipal de Goiânia –, pela também auditora fiscal do mesmo órgão, Suzana Bastos, e contou com a participação da  gerente de serviços da Superintendência de Vigilância em Saúde (Suvisa-GO), Andréa Maria Peixoto, e da gerente de Produtos da Suvisa, Eliane Rodrigues da Cruz. As debatedoras apresentaram as normas vigentes para implantação de consultórios, modelos, atividades e serviços que podem ser oferecidos. Também salientaram a importância do alvará da vigilância para o funcionamento desses estabelecimentos. 

Já a segunda temática do encontro “Validade nacional das receitas sujeitas ao controle especial” foi apresentada por Luciana, por Darcinilce – que também é conselheira regional por Goiás–, pela fiscal da Suvisa, Andréa Cristina Carvalho, e pela auditora fiscal de saúde pública, Tatiani Maria Marques Viana. Elas abordaram as alterações trazidas pela Lei 13,732 de 2018. Também salientaram que todo receituário, inclusive os de medicamentos sujeitos ao controle especial, agora tem validade nacional e devem ser aceitos em qualquer estado do país. Clique aqui e saiba mais 

Também participaram do evento a coordenadora do GT de Distribuição e Transporte, Viviane Alves de Oliveira; o coordenador do GT de Drogarias, Álvaro Paulo da Silva Souza; a membro da Comissão de Ética Disciplinar, Maria Cristina Ramirez; o gerente de fiscalização do CRF-GO, Lucas Ribeiro; e os farmacêuticos fiscais Rejany Machado, Luciano Kawatake e Fátima de Lourdes do Couto Araújo.

Adicionar um comentário

Nome*
Telefone*
Email*
Comentário
 
CRF-GO | FALE COM A PRESIDENTE