• Atendimento

    (62) 3219-4300
  • Horário de Atendimento

    09:00h às 17:00h

Farmacêutico goiano é homenageado na Espanha

O farmacêutico goiano Alexsander Augusto da Silveira recebeu o prêmio de segunda melhor apresentação de pôster oral no European Biotechnology Congress 2019. O evento, que é um dos mais importantes da área de Biotecnologia no cenário internacional, aconteceu entre os dias 11 e 13 de abril, em Valência, na Espanha. E contou com a participação de pesquisadores, autoridades do âmbito e indústrias interessadas em pesquisas do mundo inteiro. 

Alexsander, que é doutor em Medicina Tropical e professor de Farmácia pela Faculdade Estácio de Sá, em Goiânia, expôs o trabalho “Peptídeos isolados do fungo trichoderma asperellum causa morte por apoptose em larvas de aedes aegypt”, salientando a importância de Goiás no cenário científico mundial. 

"Estava extremamente feliz pelo terceiro ano  consecutivo o nosso trabalho ser aceito para apresentação entre os melhores do mundo na área. Agora, uma premiação entre os melhores dos melhores foi totalmente inesperada. Ganhamos com muita criatividade, em meio a um cenário em que pesquisadores têm acesso e recursos para as melhores metodologias científicas", salientou Alexsander.  

Sobre o projeto
Desenvolvido em Goiânia, o trabalho apresenta formas para controle de larvas do mosquito transmissor da dengue e de outras doenças, como zika, chikungunya  e  febre amarela, por meio de substâncias isoladas de um fungo característico do solo brasileiro. Segundo o pesquisador, este fungo é associado às plantas. “O trichoderma asperellum  não ataca as plantas, ele mora com elas e, ao mesmo tempo, as protege contra o ataque de outros fungos que as causariam danos”, salienta Alexsander.  

De acordo com o farmacêutico, o mesmo projeto terá aplicações futuras contras pragas e parasitas que são combatidos nas áreas de Medicina Veterinária e Agropecuária. “Os produtos serão testados contra vermes e bactérias resistentes e também na otimização e tratamento de cânceres”, apresenta. 

A iniciativa também conta com a participação de professores e alunos da Estácio Goiás, membros de grupos de pesquisa da Universidade Federal de Goiás (UFG) e com o apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) e da Universidade Corporativa da Estácio (Educare) – Jackeline de Paula Andrade, Ana Carla Guissoni, Maria Carolina Di Medeiros, Adeliane Castro da Costa, Edson Sidião Souza Júnior, Janaina Abrantes Borges,  André Luiz Oliveira, Kátia Flávia Fernandes, Guilherme Lino, Elisangêla Silveira Lacerda, Lucimeire Antonelli da Silveira, Pedro Brito e Heloisa Silva. 

Reconhecimento 
A premiação foi notícia em quatro portais de notícias do Estado, o Curta Mais, Gazeta do Povo, Goiás em Destaque e OHoje – que também dedicou a coluna de estilo para informar sobre o evento.  Os veículos salientaram a importância da pesquisa e o impacto que ela terá na forma de controle de vírus e doenças que representam danos reais à saúde pública. 

Adicionar um comentário

Nome*
Telefone*
Email*
Comentário
 
CRF-GO | FALE COM A PRESIDENTE