Governo de Goiás investe R$ 19 milhões por ano em saúde da família

Repasse financeiro será usado para contratação de profissionais da saúde que até então não eram contemplados nas equipes que atuam nas Unidades Básicas de Saúde dos municípios. "Qualificar a Atenção Primária de Saúde é impactar diretamente nos indicadores de saúde do nosso Estado", destaca o secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino.

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), publicou, no Diário Oficial desta segunda-feira (22/11), o edital para adesão ao Programa Qualifica APS Goiás. A iniciativa prevê cofinanciamento estadual para contratação de profissionais da saúde que vão fortalecer as equipes multiprofissionais da Estratégia Saúde da Família no território goiano. Ao todo, o repasse financeiro aos gestores municipais poderá chegar a R$ 19,9 milhões por ano.

O objetivo da ação é aumentar a resolutividade dos serviços por meio de atendimento integral e multidisciplinar ao cidadão goiano. Cada equipe poderá ser reforçada por psicólogo, nutricionista, fisioterapeuta, profissional de educação física na saúde e farmacêutico, a depender do tamanho do município. Até então, tais categorias não eram contempladas no rol de trabalhadores da saúde que integram a Estratégia Saúde da Família.

"O governador Ronaldo Caiado havia colocado no plano de governo um elenco que contemplava nutricionista, psicólogo e educador físico nas Equipes Multidisciplinares de Saúde da Família. Mas, em definição junto ao Cosems [Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Goiás], vamos incluir ainda farmacêutico e fisioterapeuta como componentes das equipes", explica o secretário Ismael Alexandrino.

Adesão
Para participação no Programa Qualifica APS Goiás, os gestores municipais deverão manifestar interesse por meio de Termo de Compromisso firmado entre a SES-GO e a respectiva Secretaria Municipal de Saúde. Todo o processo será realizado por meio digital, não sendo necessário o envio de nenhum documento físico.

“Com o programa, o esperado é que a assistência à saúde seja fortalecida em todo o território goiano para que, de forma integral, promova a melhoria das condições de acompanhamento clínico das pessoas”, destaca o superintendente de Atenção Integral à Saúde de Goiás, Sandro Rodrigues. 

O repasse estadual mensal será de R$ 4 mil a R$ 10 mil mensais, a depender da quantidade de equipes em cada local. Caberá ao município definir quais são os profissionais mais demandados em sua região e solicitar o cofinanciamento.

Para acessar o edital CLIQUE AQUI

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde – Governo de Goiás

Adicionar um comentário

Nome*
Telefone*
Email*
Comentário
 
CRF-GO | FALE COM A PRESIDENTE

Atendimento

Apenas agendamento